Tuas linhas, tua escuridão. Um emaranhado do que se sugere e inaugura a vida
Não.
O que há em ti comove e ressuscita a natureza do espanto, delírio somado em versos, gritos, imensidão de coisas tenras
Há em ti A perpetuação da morte.
E pela morte,
Humana
Amo-te mais que a vida
Endeusada.
Anúncios